Veja como estão as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018
Por André Farinha Publicado 6 de setembro de 2017 às 12:30hs
A seleção brasileira tornou-se a primeira equipe classificada para a Copa do Mundo de 2018 (Foto: Getty Images)

A Copa do Mundo de 2018, na Rússia, já conta com oito seleções classificadas. Ao todo, 24 delegações participarão do mundial e as eliminatórias pelo planeta bola têm reservado surpresas incríveis para o torneio que está por vir. Até agora, apenas o Brasil, México, Bélgica, Coreia do Sul, Japão, Irã, Arábia Saudita e a Rússia, por ser a dona da casa, estão com o passaporte carimbado. Em comum, todas eliminatórias entraram, agora, nas duas últimas rodadas que acontecerão no início do mês de Outubro.

Na América do Sul, apenas os quatro primeiros garantem a vaga no Mundial, o quinto colocado disputará a repescagem. Atualmente, o Brasil lidera o torneio isolado e sem ameaças. Sete países disputam as últimas vagas (Uruguai, Colômbia, Peru, Argentina, Chile, Paraguai e Equador) e a definição deve acontecer somente na última rodada.

Já na América do Norte e Central, de onde saem quatro participantes, apensa o México já está garantido. Quatro países disputam as três vagas restantes (Costa Rica, Panamá, USA e Honduras). A Costa Rica pode garantir a classificação já na próxima rodada, se vencer a Honduras. E o Panamá também, caso derrote os Estados Unidos.

Europa

A Bélgica foi a primeira seleção da Europa a se garantir na Copa de 2018

 

A Europa já tem classificadas (direto ou para a repescagem) Suíça, Alemanha, Sérvia, Polônia, Inglaterra, Espanha e Croácia. Nesta reta final, são nove grupos com seis seleções cada. Apenas o primeiro garante vaga diretamente, enquanto que o segundo colocado tenta a sorte na repescagem, que terá os confrontos definidos somente no dia 17 de Outubro, devendo os jogos se arrastarem até o início do próximo ano.

No Grupo A, França, Suécia, Bulgária e a Holanda disputam as vagas. No Grupo B, Suíça e Portugal disputam a primeira e a segunda colocação sem outros atravessadores. Pelo Grupo C, situação identifica para Alemanha e a Irlanda do Norte, que se enfrentarão na próxima rodada. No Grupo D, quatro países ainda estão vivos: Sérvia, País de Gales, Irlanda e Áustria.

No Grupo E, Polônia, Montenegro e a Dinamarca competem pelas duas vagas, sendo que as duas últimas se enfrentarão na próxima rodada. No F, a Inglaterra pode conseguir a classificação na próxima rodada, se vencer a Eslovênia, que também briga por uma das vagas juntamente com a Eslováquia e a Escócia. No G, a Espanha está garantida, e a Itália disputa contra a Albânia o segundo lugar, se vencer o próximo jogo a Azurra se garante.

No Grupo H, que tem a Bélgica já classificada, três disputam a vaga na repescagem: Bósnia, Grécia e Chipre, que se enfrentarão na penúltima rodada. No I, um dos mais embolorados da disputa, quatro países ainda competem pela primeira e segunda colocação: Croácia, Islândia, Turquia e Ucrânia decidirão tudo na última rodada.

Ásia

O Japão esteve presente em todas as edições da Copa do Mundo desde 1998. 

 

Na Ásia, já estão classificados Irã, Coreia do Sul, Japão e Arábia Saudita, restando agora apenas mais uma vaga, que está sendo disputada entre a Síria e a Austrália, na famosa repescagem. A Síria é a grande surpresa das eliminatórias, o país está em guerra há anos e apenas a classificação para disputar a repescagem já foi motivo de festança no território.

África

Ezenwa, goleiro da quase classificada Nigéria

 

No continente Africano a situação é um pouco mais angustiante, até agora nenhuma seleção está matematicamente classificada para o Mundial. Por lá, as seleções disputaram duas fases de mata-mata até formarem os cinco grupos da terceira e última fase. Apenas o primeiro colocado de cada grupo se garante na Copa.

As mais próximas são a Tunísia, que precisa de uma vitória ou da derrota do Congo na próxima rodada; A Nigéria, em situação semelhante, mas que fará o jogo decisivo na próxima rodada contra a Zâmbia; Costa do Marfim é a mais próxima e deverá disputar contra o vencedor de Marrocos e Gabão, que se enfrentam nessa penúltima rodada; Burkina Fasso, Cabo Verde, Senegal e África do Sul também decidirão na última rodada; o Egito disputa contra a Uganda e a Gana.

Oceania

A Nova Zelândia ainda sonha com uma vaga na Copa da Rússia

 

A Oceania, que não classifica nenhuma seleção diretamente para a Copa, já definiu a Nova Zelândia como representante na repescagem contra a quinta colocada da América do Sul, hoje ocupada pela Argentina. A Austrália, que fica no continente, disputa as eliminatórias pela Ásia e por isso não se enquadra aqui. Lá são apenas seis equipes concorrendo à vaga na repescagem.