Segurança do governador salva assessor acidentado durante solenidade
Por Redação Publicado 7 de agosto de 2017 às 16:40hs
Ação de segurança do governador (esquerda), bravura que salvou vítima

O assessor do deputado federal Geraldo Resende (PSDB), Eliel Cleiton de Oliveira (36), sofreu fratura de fíbula (osso longo da perna) durante solenidade de entrega de ônibus escolares para 13 municípios na manhã desta segunda-feira (7), no Parque dos Poderes. Não fosse a pronta ação do policial militar Marcelo Góes dos Santos, agente de segurança do governador Reinaldo Azambuja, por conta do ruído na solenidade os pedidos de socorro de Eliel e gritos de dor não seriam ouvidos o que agravaria sua situação, já que além da fratura sofrida, se trata de pessoa hipertensa. Eliel acompanhava a solenidade operando um drone realizando imagens aéreas do evento, quando teria se desequilibrado e caiu de forma violenta. Nesse instante o PM Marcelo de seu posto dentro da governadoria percebeu que um homem estava caído, se debatendo e gritando na área externa do prédio.

Correndo para o local o policial percebeu a situação da vítima que gritava de dor e dizia ter problema de coração e aquela situação poderia lhe complicar. A fratura foi confirmada pelo policial que fez imediata imobilização da vítima ao mesmo tempo em que acionava o Corpo de Bombeiros que chegou em cinco minuto e as pessoas que a acompanhavam. Os Bombeiros em seguida complementaram o socorro e imobilização do servidor.

Apesar de uma perna fraturada, situação em que normalmente o paciente é levado para o Pronto Socorro, Eliel precisou ser levado pelo Corpo de Bombeiros para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento Moreninhas, diante da recusa da Santa Casa em receber pacientes. Para as pessoas que em seguida acompanharam a movimentação, a ação do policial militar em perceber a situação, socorrer a vítima procurando tranquiliza-la, fazer a imobilização e evitar que entrasse em choque e acionar socorristas, foi um ato de bravura que salvou a vítima cujo problema não era percebido pelas pessoas que ali estavam. Na sequência o chefe de Eliel, deputado Geraldo Rezende acompanhou o socorro inclusive pedindo ajuda ao médico Edinaldo Bandeira, prefeito de Amambai.  Rezende ainda teria acompanhado o funcionário até a Unidade de Pronto Atendimento.

Eliel foi levado inicialmente para UPA Moreninhas