Sancionada lei sobre atendimento preferencial às pessoas com Transtorno Espectro Autista
Por Redação Publicado 8 de dezembro de 2017 às 15:30hs

Foi sancionada no último dia 4 a Lei n° 5.917/17, de autoria dos vereadores Prof. João Rocha e Papy, que torna obrigatório o atendimento preferencial às pessoas com Transtorno Espectro Autista (TEA) nos estabelecimentos públicos e privados do município de Campo Grande.

“As pessoas com o transtorno são muitas vezes julgadas como desobedientes quando apresentam quadro de inquietude, por exemplo. Ter preferência no atendimento irá facilitar o dia a dia das mães e pais de autistas. Mais uma medida que tomamos em prol da inclusão social na Capital”, defende Papy.

O presidente da Casa de Leis, vereador Prof. João Rocha destaca que é necessário aproximar e conscientizar a sociedade dos direitos dos portadores de deficiência.  “A tranquilidade pela prioridade dos autistas induz ao conforto, possibilitando a permissão de não prolongar a tensão própria e de seus parentes na realização de tarefas do cotidiano. É sabido que a pontualidade nos horários de maior fluxo de pessoas nos centros comerciais, supermercados e até mesmo nos bancos podem ser demasiadamente uma demora excessiva a estes pacientes”, destacou o parlamentar

O Projeto exige que os estabelecimentos públicos e privados incluam nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial do Transtorno Espectro Autista: supermercados, bancos, farmácias, bares, restaurantes, lojas em geral e similares. Segundo uma pesquisa realizada pelo IBGE em 2014, existem cerca de 9 mil pessoas com TEA em Campo Grande.