Rinaldo propõe criação de Diretoria de Combate ao Desaparecimento de Pessoas
Por Redação Publicado 8 de junho de 2018 às 09:39hs

O deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB), líder do Governo na Casa de Leis, subiu a tribuna nesta manhã (7) para propor a criação da Diretoria do Núcleo Estadual de Enfrentamento e Combate ao Desparecimento de Pessoas no Estado. “Devido ao belíssimo trabalho realizado pelas investigadoras Maria Campos e Viviane Nunes, da Polícia Civil, encontrando pessoas desaparecidas, divulgado no último domingo (1) no programa Fantástico da Rede Globo de Televisão, acredito que é o momento de encaminhar uma indicação para o Governo do Estado para a criação de uma Diretoria e Núcleo estadual de Combate ao Desaparecimento de Pessoas”, explicou.

O deputado Professor Rinaldo justificou a criação da Diretoria e do Núcleo Estadual de Combate ao Desaparecimento de Pessoas. “É oportuno enviar ao Governo do Estado e à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública [Sejusp] esta indicação, pois se trata de uma estrutura governamental. É preciso criar essa diretoria em Mato Grosso do Sul. Os dados estaduais sobre desparecimentos assustam, de 1ª de janeiro a 31 de dezembro de 2017, foram 2.841 casos envolvendo pessoas desaparecidas, sendo registrados 1.713 boletins de ocorrência sobre desaparecimento de pessoa, 583 por abandono de convívio familiar por adolescente, 43 de abandono do convívio familiar por criança e 142 de abandono do convívio familiar por outro familiar”, informou.

Professor Rinaldo explicou que é necessário implantar no Estado um setor que coordene um banco de dados. “A interligação de informações sobre hospitais, asilos, institutos médicos legais, serviços de verificação de óbito, abrigos, entre outros, um diferencial para combater o desaparecimento no Estado, ajudando assim a localizar pessoas em todo o País, tanto aqueles que encontram-se desparecidos, como os que por um motivo ou outro acabaram se afastando ou foram afastados de suas famílias”, concluiu o deputado.

Para o deputado estadual Dr. Paulo Siufi (PMDB), as estatísticas sobre os desparecidos no Estado são preocupantes. “Fiquei impressionado com os dados, oito pessoas por hora, e falam até que existe uma teoria de abdução alienígena para desaparecer tanta gente. Há radares e câmeras em todos os lugares, mas não adianta nada. Precisamos buscar mais entendimento sobre o assunto, é muito alto o índice de desaparecidos no Estado, precisamos encontrar caminhos para diminuir esses números”, constatou.

Já o deputado estadual Herculano Borges (SD) falou que encaminhará dados para subsidiar a indicação do deputado Professor Rinaldo. “Tenho informações registradas em relação ao Maio Laranja de combate ao abuso sexual a crianças e adolescentes, que em torno de 70 % das crianças que somem podem estar incluídos no tráfico de pessoas, precisamos dar atenção a isso e eu cumprimento vossa excelência por trazer esta demanda que é muito importante para o Estado”, destacou.

O deputado estadual Cabo Almi (PT) se manifestou sobre a importância do trabalho realizado pela Polícia Civil. “Quero enaltecer o trabalho das policiais como a investigadora Maria Campos, que prestam serviços de grande magnitude. Imaginem aqueles desbravadores do Brasil que saíram em busca do sustento e ficaram dez ou 20 anos sem contato com a família e a investigadora os ajuda a reencontrarem seus entes queridos. Nos enche de orgulho esta profissão”, considerou o parlamentar.