Reunião do DEM neste sábado pode definir futuro da sigla em MS
Por Redação Publicado 6 de junho de 2018 às 10:03hs

O DEM deve definir neste sábado (09), ou pelo menos chegar a um pré-acordo entre seus pares, quanto ao seu futuro político para as eleições de logo mais em Mato Grosso do Sul. A sigla, chefiada por aqui pelo ex-vice-governador e ex-prefeito de Dourados, Murilo Zauith, vem sendo muito ‘paparicada’ pelo MDB, que tem o ex-governador André Puccinelli como pré-candidato, pelo PSDB, do atual governador Reinaldo Azambuja, e até mesmo pelo PDT, que trabalha na pré-campanha do juiz Odilon de Oliveira para o comando do Estado.

E no meio deste enrosco de ideias, há ainda aqueles que defendem, com unhas e dentes, uma candidatura própria do DEM para o Governo do Estado. No seu baralho, o partido conta com nomes interessantes, como o próprio Murilo Zauith, do deputado federal Luiz Henrique Mandetta e a também deputada federal Tereza Cristina, que chegou à legenda no final do ano passado e sempre foi vista como uma forte candidata ao Governo.

A propósito, o presidente nacional da sigla, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), que esteve em Campo Grande no mês de abril, sinalizou que a direção estadual está livre para negociar suas alianças. No entanto, existe uma forte ligação amistosa entre Maia e Puccinelli, o que pode ‘forçar’ a aliança do DEM com o MDB. O encontro estadual de filiados do DEM deste sábado acontece na sede da Associação Comercial e Empresarial de Corumbá, a partir das 9h.