Prefeitura vai duplicar Avenida Rita Vieira e recapear acesso à rodoviária
Por Redação Publicado 13 de setembro de 2017 às 07:00hs

A Prefeitura de Campo Grande vai retomar  em até  60 dias as obras do Parque Linear Bálsamo, na região dos bairros Rita Vieira e Universitário, paradas há três anos, com aproximadamente 60% do serviço concluído. A retomada garantirá a conclusão da duplicação da Avenida Rita Vieira, entre a Rua Marisa de Andrade, com ciclovia e iluminação, até a conexão com  a Avenida Guaicurus; e conclusão da Avenida Novos Estados, ligação entre a Rita Vieira e o macroanel rodoviário no Jardim Itamaracá.

Serão investidos R$ 3,1 milhões, provenientes dos R$ 15 milhões da parceria com o Governo do Estado. No total serão aplicados aproximadamente R$ 15,1 milhões, computando (além da contrapartida) o saldo do contrato firmado em 2011 e reajustamentos remanescentes, que terão de ser quitados.

O projeto passou por reprogramação para contemplar o recapeamento da Rua Victor Meirelles, que divide os bairros Santa Eugênio e Universitário  e serve de acesso à estação rodoviária. Estas obras estão orçadas em R$ 2,3 milhões, sendo R$ 1,126 milhão de contrapartida.

Nos últimos meses a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos atuou para remoção da última família com casa no traçado da pista adicional da Avenida Rita Vieira, que permanecia no local, embora já tivesse sido indenizada pela desapropriação do imóvel ainda em 2011.

Para a retomada da obra falta ainda a Águas Guariroba fazer o remanejamento de uma adutora ( que vai até o Córrego Lageado) para o espaço reservado ao canteiro central da avenida. A concessionária já adquiriu o material necessário.

O trajeto, de  aproximadamente dois quilômetros criará uma alternativa viária para quem estiver na Avenida Interlagos (perto do Rádio Clube Campo) entrar na Rita Vieira e  chegar à estação rodoviária e ao Bairro Universitário pela Rua  Victor Meirelles. Hoje este itinerário é feito pela Rua Professor Hilário da Rocha, uma via estreita, que atravessa uma área residencial.

A obra possibilitará uma conexão futura com um segundo acesos as Moreninhas, que ainda será aberto. A Prefeitura busca recursos para executar este projeto, orçado em 16 milhões de dólares (em torno de R$ 50 milhões), que prevê a abertura de uma via com 13 quilômetros e a construção de duas pontes no trajeto.

Também será retomada a obra na via que ligará a Avenida Rita Vieira com o macroanel rodoviário no Jardim Itamaracá, atravessando a Avenida Três Barras. Entre saldo contratual, revisão de planilha e contrapartida, será preciso investir R$ 12,7 milhões. Serão aplicados R$ 1,8 milhão do recurso estadual.