Prefeitura supre déficit de insulinas e repõe medicamentos essenciais para a população
Por Redação Publicado 27 de abril de 2018 às 08:20hs

O atendimento a pacientes diabéticos que necessitam de medicação especial está sendo garantido pela Prefeitura de Campo Grande, através regularização e manutenção do fornecimento das insulinas judicializadas. O estoque dos chamados medicamentos essenciais está regularizado e diariamente sendo repostos para evitar que a população fique desassistida como acontecia no passado.

Somente na tarde desta quinta-feira, dia 26, a Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) recebeu em seu Almoxarifado Central milhares de medicamentos  importantes, como o Cloreto de Potássio Xarope, Losartan 50 mg comprimido, Prednisona 20mg comprimido, Haloperidol 5 mg comprimido, Imipramina 25 mg comprimido, Levomepromazina 25 mg, entre outros.

Os medicamentos recebidos hoje são suficientes para atender toda a demanda da rede pública de saúde por cerca de quatro meses.

Para o secretário de Saúde Marcelo Vilela a regularização no estoque de medicamento é reflexo do planejamento elaborado no ano passado, idealizado diante da necessidade evitar que houvesse novamente o desabastecimento, garantindo o tratamento digno à população.

“Quando nós assumimos a Secretaria de Saúde o estoque de medicamento estava abaixo da reserva  técnica. Ou seja, isso significa que havia menos de 15% dos medicamentos disponíveis para a população. Através de um planejamento e muito empenho da administração nós conseguimos regularizar essa situação quase em sua totalidade”, completou.

Os medicamentos destinados às unidades de urgência serão entregues na manhã desta sexta-feira e os demais itens conforme programação pré-definida.

Insulinas especiais

O município regularizou o fornecimento da insulina Lantus a pacientes diabéticos com a compra de 4 mil unidades.

Desta forma, o atendimento a este público está assegurado por pelo menos os próximos quatro meses, melhorando a qualidade de vida.