Prefeitura inicia pavimentação da 4ª pista da Avenida Cônsul Assaf Trad
Por Redação Publicado 3 de julho de 2018 às 14:49hs

Desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (3), equipes da empreiteira responsável pela obra de pavimentação estão mobilizadas na aplicação da capa asfáltica no primeiro trecho da quarta pista da Avenida  Cônsul Assaf Trad, entre as ruas Alfredo Borba e Botafogo. O projeto prevê a extensão da pista lateral até a Rua Marquês de Herval.

A obra integra a etapa A do projeto de drenagem e pavimentação do Bairro Nova Lima. Depois de concluída, será feito o recapeamento da pista bairro/centro da Assaf Trad, desde a rotatória do macroanel até o corredor do Nova Lima.

A expectativa dos empresários e comerciantes é de incremento dos negócios com a pavimentação. A empresária Sandra Adelaide Theisen sofre há quatro anos com problemas de acesso. Com o término da obra, ela planeja ampliar a clientela, abrindo à noite uma pizzaria, o que vai gerar mais 10 empregos, dobrando o atual quadro de pessoal.  “Acredito que vamos atrair um público diferenciado”, avalia a empresária, beneficiada também com a pavimentação da Rua Botafogo, via lateral que antes estava intransitável por conta da erosão.

O otimismo é compartilhado pelo empresário Marcelo Lima, proprietário de uma fábrica de ração bovina, instalada há 20 anos na pista lateral esquina com a Rua Eugênio Silvério. “Nestas duas décadas a empresa teve que gastar com pessoal e equipamentos para executar serviço de patrolamento e garantir a passagem de caminhões trazendo e levando ração”, conta.

A pavimentação deste trecho da pista lateral, segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, vai desafogar o trânsito da Cônsul Assaf Trad, pois a rua receberá o tráfego local do Nova Lima, pelo menos até a Marques de Herval. Também está no planejamento uma pista de desaceleração para o regular o fluxo de veículos na Rua Alfredo Borba, que será uma alternativa de acesso ao bairro, visto que é paralela a Avenida Zulmira Borba.

Obra interrompida

Dos quase 20 quilômetros de pavimentação previstos nesta etapa (exatos 19,38 km), iniciada em agosto do ano passado, até a interrupção do serviço em novembro, já foram executados 7,44 quilômetros e mais de 90% da drenagem programada (8.028,85 m dos  8,75 km projetados).

A pavimentação do Nova Lima foi interrompida em novembro do ano passado devido à paralisação da implantação da rede de esgoto pela Águas Guariroba, depois que o Tribunal de Contas suspendeu o contrato que prorrogava o contrato de concessão por mais 30 anos.