Prefeitura inaugura mais um polo de futebol na comunidade do Bairro José Abrão
Por Redação Publicado 12 de março de 2018 às 08:34hs

Cerca de 100 crianças, entre meninos e meninas receberão, a partir de segunda-feira (12), orientações e ensinamentos de futebol no campo do bairro José Abrão. O lançamento do 13º núcleo do Projeto Escola Pública de Futebol, em parceria com o Sicredi e Copagaz, aconteceu  na manhã deste sábado (10).

O prefeito Marquinhos Trad falou da oportunidade que o projeto oferece às crianças. “Além de praticar o esporte , ensina a ter obediência hierárquica e acima de tudo, a ter notas boas nas escolas. E assim que se constrói a cidadania. Muitas vezes, o esporte faz a criança despertar para a necessidade de algumas regras. É justamente dentro do gramado, onde ele obedece ao técnico, que começa a ter o espírito coletivo. Ele começa a ver que a vida é muito parecida com o futebol, ninguém faz nada sozinho. Ninguém consegue construir nada individualmente. A vida é um somatório de esforços, de ajuda, de um auxiliando o outro”. disse.

O projeto Escola Pública de Futebol atende crianças e jovens de 10 a 14 anos e já somam mais de mil participantes. Conforme declarou o diretor Presidente da Fundação Municipal de Esportes (Funesp) Rodrigo Terra novos projetos estão sendo planejados. “Estamos preparando para abril o lançamento do Projeto Escola Pública de Campeões, onde serão selecionados 50 participantes, do Escola Pública de Futebol, sendo 25 sub-13 e 25 sub-15”, ponderou Terra.

O presidente da Associação de Moradores do Bairro José Abrão, Alex Lourenço, destacou os serviços prestados a região. “Nos estamos muito felizes pelo Projeto de futebol ter chegado em nosso bairro porque esporte é saúde. E estamos muito agradecidos”. Quem também prestigiou lançamento foi o vereador Ademir Santana.  “Estamos trabalhando na Câmara Municipal para trazer cada vez mais melhorias para a praça e projetos para a região”.

Turma do esporte

Vanessa Gomes Coronel trouxe o filho e os primos para participar do lançamento do Projeto e já se inscreverem. Animados, os jovens queriam ficar todo o tempo no campo. “Eu sempre incentivo as crianças a participarem do esporte e eu tive sorte que todos quiseram vir juntos. É muito importante eles participarem, ainda mais perto de casa, dentro do campo e acompanhado por um professor”.

Quem também não vê a hora de jogar são as meninas, Mirella, Vitória, Letícia, Ana Carolina e Samara, que também já se inscreveram e querem treinar. “Estamos muito empolgadas porque já participamos do futebol na escola e queremos treinar juntas, e se der certo podemos ser até profissionais”, afirmou Mirella Ferreira.

Os alunos receberão as orientações de Alberto José dos Santos, mais conhecido como Pastoril. Ele foi atleta profissional passando pelos times Vasco, Misto, Atlético Mineiro, Goiás, Operário de Varzea Grande, Operário de Campo Grande, entre outros. “Eu comecei jogando bola com 10 anos, idade que os alunos iniciam no projeto e seu bem as expectativas. Todos querem ser jogadores. Vou ensinar tudo que aprendi no futebol pelos times por onde andei”, avaliou Pastoril, que recebe o apelido do nome do primeiro time que treinou quando criança.

Para participar

Podem participar meninos e meninas, de 10 a 14 anos. Uma das exigências para participar do projeto é apresentação do comprovante de matrícula no ensino regular. As atividades acontecerão todas segundas, quartas e sextas-feiras das 18h às 22h e as inscrições estão abertas no local da escolinha.

O projeto iniciou em abril de 2017 e já funciona no Parque Ayrton Senna, Parque Jacques da Luz, Parque Tarsila do Amaral, Parque Sóter, Praça Elias Gadia, Praça Belmar Fidalgo, Centro Olímpico Ruy Jorge da Cunha e Ginásio Guanandizão, campo de futebol do Sisep e campo da Pioneira, além dos distritos de Rochedinho e Anhanduí.