Prefeito e secretários buscam em Brasília R$ 3,2 milhões para projetos de segurança e prevenção ao uso de drogas
Por Redação Publicado 27 de fevereiro de 2015 às 12:23hs

prefeitura

O prefeito Gilmar Olarte cumpre agenda nesta sexta-feira (27) em Brasília quando vai pleitear na Secretaria Nacional de Segurança Pública e no Fundo Nacional Anti-Drogas, R$ 3,2 milhões para projetos nas áreas de segurança, prevenção ao uso de drogas e combate a violência doméstica contra a mulher.

pref (3)Pela manhã, o prefeito será recebido pela secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, acompanhado do secretário de Segurança, Valério Azambuja e da secretária de Políticas Públicas para Mulheres, Liz Derzi,  onde vai pleitear R$ 2,250 milhão que custearão três projetos voltados ao reforço da estrutura da Guarda Municipal e custeio da Patrulha Maria da Penha, guarnição criada na Guarda Municipal com 30 integrantes para atender mulheres beneficiadas com medidas protetivas e as que acionarem o botão do pânico em caso de ameaça.

O planejamento que será entregue à secretária nacional prevê a destinação de R$ 720 mil aos cursos de capacitação que serão ministrados aos guardas municipais  nos próximos dois anos; R$ 528 mil   reservados ao custeio de combustível e manutenção dos veículos da Patrulha Maria de Penha por 24 meses, além de R$ 1 milhão  a serem investidos na  compra de viaturas, motocicletas , computadores e aparelhos smarphones necessários para os guardas receberam as comunicações das  mulheres sob ameaça de violência que acionarem o “botão do pânico”.

No período da tarde, o prefeito e o secretário de Segurança serão recebidos por Mauro Lopes da Costa, diretor de contencioso do Fundo Nacional Anti-drogas. Na pauta, a reivindicação de quase R$ 1 milhão (exatos R$ 994 mil) para um programa de prevenção ao combate e uso de drogas, com ações desenvolvidas nas escolas públicas, abrangendo palestras e atividades culturais. O projeto prevê a aquisição de 25 câmeras para ampliar o videomonitoramento na área central (que já tem 22 em fase de instalação); compra de computadores, kit-multiimidia; kits de instrumentos musicais (avaliados em R$ 170 mil) destinado ao desenvolvimento de oficinas de música com crianças, no contra-turno das aulas, além de uma Van que servirá ao deslocamento das equipes incumbidas de fazer palestras nas escolas.

Fonte/Autor: Flávio Paes

PMCG

FONTE LINK:
Prefeito e secretários buscam em Brasília R$ 3,2 milhões para projetos de segurança e prevenção ao uso de drogas