Por vagas nos parlamentos Estadual e Federal, PSB vestirá a camisa do PSDB
Por Redação Publicado 25 de julho de 2018 às 18:06hs

Para conquistar uma vaga na Câmara Federal e outra no Parlamento Estadual, o PSB decidiu dar às mãos ao PSDB, que tem o atual governador Reinaldo Azambuja como pré-candidato a reeleição. A convenção partidária aconteceu na tarde desta quarta-feira (25), em um hotel de Campo Grande, e a escolha pelos tucanos foi unânime, desmentindo os boatos de que o partido estaria rachado.

De acordo com o que foi falado pelo presidente regional da sigla, o deputado federal Elizeu Dionizio, o objetivo principal do PSB nestas eleições de 2018 será o de reeleger ele próprio para o cargo que ocupa atualmente em Brasília (DF) e o vereador Júnior Longo para deputado estadual. Ao todo, o PSB terá dois candidatos a deputado federal e sete para estadual.

O presidente também comentou que o partido recebeu propostas do MDB, que tem André Puccinelli como pré-candidato a governador, e do PDT, do Odilon de Oliveira. Segundo Dionizio, a prisão de André pesou na escolha pelos Tucanos enquanto que a proposta enviada pelos pedetistas não foi considerada vantajosa.

Com a confirmação do apoio do PSB, a reeleição de Reinaldo Azambuja já conta com dois partidos: Solidariedade e o PPS. A expectativa é que o bloco seja formado por sete legendas, entre elas, são esperadas as confirmações de apoio ao PSDB: DEM, PSD, PTB, SD e Progressistas.