Ministros têm celulares clonados e investigação cumpre mandado em MS
Por Redação Publicado 17 de julho de 2018 às 09:29hs

Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Carlos Marun (Secretaria de Governo) e o ex-ministro Osmar Terra (Desenvolvimento Social) tiveram seus telefones celulares clonados por uma quadrilha especializada em golpes pela internet. A informação é da Polícia Federal, que deflagrou na manhã desta terça-feira (17) a Operação Swindle. Ao todo, foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva no Maranhão e em Mato Grosso do Sul.

A investigação aponta que, com os números clonados, os criminosos usavam as respectivas contas de WhatsApp para solicitar transferências bancárias. As vítimas eram principalmente as pessoas existentes na lista de contatos do telefone clonado, todos pertencentes à autoridades públicas e ministros do Governo Federal. Os responsáveis pelo golpe responderão por crimes de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa.

Ainda conforme a PF, por meio da abertura de contas bancárias falsas, o grupo utilizava contas “emprestadas” para receber valores provenientes das fraudes aplicadas em razão do desvio dos terminais telefônicos. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Brasília e a ação foi um pedido de investigação feito pelos ministros, depois que descobriram o golpe. O nome da operação significa fraude, na sua tradução em inglês.

 

 

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!