Milho safrinha no MS deve superar safra anterior
Por André Farinha Publicado 29 de julho de 2017 às 07:00hs

Com o clima favorável desde o início do ano e a antecipação do plantio, a próxima safra do milho safrinha em Mato Grosso do Sul deve obter números recordes e ser uma das melhores dos últimos anos. A estimativa da Famasul para a colheita da segunda safra é de 9,2 milhões de toneladas, com média de 85 sacas por hectare em uma área de 1,8 milhões de hectares. Na última safra, houve perda de 30% na produção por conta da estiagem.

“O bom plantio, conciliado com a presença de chuvas, temperatura amena durante a noite e elevada à tarde, nos deu a possibilidade de crescimento”, afirma Leonardo Carlotto, engenheiro agrônomo e analista em agricultura no sistema Famasul.

De acordo com o site de acompanhamento meteorológico Climatempo, os próximos dias ainda serão secos no Estado. A chuva deve retornar aos poucos para o centro-sul na segunda quinzena de Agosto. Em setembro deve chover nas áreas produtoras, mas ficando ligeiramente abaixo do normal para esta época do ano.

O sul de MS é a principal produtora do milho safrinha, responsável por aproximadamente 80% da área da cultura. Campo Grande, Ponta Porã, Sidrolândia e Naviraí são algumas das 50 cidades que fazem parte da região. Os municípios que ficam do Centro-Norte para cima representam os outros 20%.