Maio Laranja vai ajudar a reduzir os casos de violência contra crianças e adolescentes
Por Redação Publicado 9 de maio de 2018 às 09:40hs
Deputado estadual, Herculano Borges; governador, Reinaldo Azambuja; e primeira-dama, Fátima Azambuja.

O governador Reinaldo Azambuja lançou nesta terça-feira (7.5) a campanha Maio Laranja de combate ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes. Serão realizadas diversas ações durante o mês como distribuição de cartilhas, palestras e cursos de formação para conscientizar a sociedade sobre o tema.

Reinaldo Azambuja destacou que o Maio Laranja tem o objetivo de criar uma consciência coletiva em toda a sociedade, para diminuir os índices da violência contra crianças e adolescentes em Mato Grosso do Sul. “O Maio Laranja tem ações que vão da conscientização à denúncia. Despertar na sociedade quão importante é ter uma mobilização de todos para coibir a violência contra crianças e adolescentes”.

O governador explicou que as campanhas de conscientização estimulam e encorajam as vítimas a realizarem denúncias. “Quando implantamos as ações de prevenção à violência contra a mulher com o apoio da Casa da Mulher e da Delegacia da Mulher, as mulheres tomaram coragem para denunciar os casos de agressão. Muitas vezes, o abuso acontece dentro do lar. Por isso, é importante despertar essa consciência coletiva. Despertar para diminuir os índices no Mato Grosso do Sul”.

O Maio Laranja tem como tema “O Amor é a Maior Proteção” e é realizada em parceria com o projeto Nova, que desenvolve ações que ajudam as pessoas envolvidas na exploração sexual, vitimizadas pela violência (física, sexual e psicológica), expostas a drogas entre outras situações.

O arquiteto Luis Pedro Scalise e a psicóloga Lara Scalise desenvolveram os bonecos símbolos da campanha Maio Laranja. A coordenadora do projeto, Viviane Vaz, explicou que o projeto Nova trabalha em conscientizar e orientar os pais e profissionais de Educação e a identificar os sinais de abuso. Atualmente, atende 28 famílias.

A procuradora da República, Danilce Vanessa Arte Ortiz Camy, destacou que Mato Grosso do Sul é pioneiro em políticas públicas contra o abuso sexual infantil com o lançamento da campanha Maio Laranja. “A violência sexual infantil ainda é um tabu dentro do Poder Público e MS dá um passo importante na luta contra esse grave problema que aflige todo o Brasil com inúmeros casos diariamente”.

A lei 5.118, de 12 de janeiro de 2017, incluiu no calendário estadual do Estado o mês Maio Laranja e instituiu o dia 18 de maio como o Dia Estadual de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças, de autoria do deputado estadual. A data é a mesma do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil. A escolha é em memória a Araceli Crespo, de oito anos, vítima de um crime hediondo em Vitória (ES), em 18 de maio de 1973. O crime nunca foi solucionado.O autor da campanha Maio Laranja, deputado estadual Herculano Borges, afirmou que a Campanha pretende estimular que as crianças façam as denúncias e que os pais aprendam a identificar os casos de agressão. “Estamos lidando com um crime silencioso. Números alarmantes mostram que a cada oito minutos uma criança é abusada no Brasil, 80% dos crimes ocorrem em ambiente familiar e apenas 2% dos delitos são denunciados”.

Também e Mato Grosso do Sul existe a lei nº 3.707, de 13 de julho de 2009, de autoria do deputado estadual Rinaldo Modesto, que instituiu a Semana de Combate à Pedofilia a ser realizada, anualmente, na segunda semana do mês de maio.