França campeã da Copa do Mundo; Croácia vice com sabor de título
Por Redação Publicado 15 de julho de 2018 às 13:28hs

A França é bicampeã mundial de futebol. Os azuis conquistaram na tarde deste domingo (15), no Estádio Olímpico Lujniki, em Moscou, o título da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, ao derrotar na final a seleção da Croácia por 4 a 2. Os gols foram marcados por Griezmann, Pogba, Mandzukic (contra) e Mbappé para o time francês, Perisic e Mandzukic descontaram para os croatas. O último título da França foi em 1998, na própria França, quando bateram o Brasil na final. Aos croatas, resta a lamentação, mas também o orgulho por terem conseguido chegar pela primeira vez a uma final.

A Croácia não era a favorita ao título, isso desde o início da competição, mas era forte candidata a surpresa e assim fez por merecer. Chegou a final após passar por três prorrogações seguidas, o desgaste físico era visível entre os jogadores, mesmo assim, não houve corpo mole, pelo contrário, os croatas persistiram até o último minuto, e saem de campo de cabeça erguida, um vice-campeonato com sabor de título.

A decisão marcou o uso do Árbitro Auxiliar de Vídeo pela primeira vez numa final de Copa do Mundo, embora a arbitragem tenha cometido importantes falhas beneficiando a França. Houve ainda invasão de gramado por um grupo radical russo. Com o titulo, o francês Didier Deschamps se igualou a Mário Jorge Lobo Zagallo e Franz Beckenbauer, únicos campeões tanto como atletas e como treinadores. O brasileiro foi campeão como jogador em 1958 e 1962, e como treinador em 1970 e o alemão em 1974, como jogador, e em 1990, como técnico.

O jogo

No primeiro tempo, os croatas foram superiores, mas faltou eficiência na conclusão das jogadas. Diferente da França, que soube aproveitar as poucas oportunidades que tiveram de chegar ao ataque. Numa dessas, aos 17, em falta inexistente marcada pela arbitragem, Griezmann mandou para dentro da área e o croata Mandzukic cabeceou contra a própria pátria. Esse foi o primeiro gol contra ocorrido numa final de Copa do Mundo.

A Croácia persistiu na pressão. Aos 22, Modric cruzou para a área na ponta direita e Vrsaljko escorou para o meio. Mandzukic brigou no alto com o francês Pogba, mas Rebic desviou. Vida pegou a sobra e escorou para Ivan Perisic, que limpou Kanté com o pé direito e soltou uma bomba com pé esquerdo. A bola ainda desviou em Varane antes de ir ao fundo das redes.

Aos 33, após escanteio cobrado por Griezmann, Matuidi tentou desviar para o gol, mas Perisic, dentro da pequena área, meteu a mão na bola. Após longa consulta ao VAR, o juiz Nestor Pitana marcou pênalti, convertido por Griezmann, colocando a França novamente na frente no marcador.

Na etapa seguinte, a Croácia precisou sair para buscar o resultado, com isso, abriu espaços para o contra-ataque francês. Aos 13, Mbappé foi à linha de fundo e cruzou para Griezmann, que segurou a bola e rolou para Pogba. O volante tentou de direita, mas pegou o rebote de esquerda e marcou o terceiro.

Na sequencia, aos 19, Hernández fez bela jogada pela esquerda e tocou no meio para Mbappé marcar o quarto. Naquela altura, o time croata mostrou-se abatido e exausto, devido as prorrogações que precisou enfrentar até aqui. Diferente da França, que teve até um dia a mais para descansar e treinar.

Aos 23, Hugo Lloris recuou a bola para o goleiro francês, Varane, que se atrapalhou ao tentar driblar Mandzukic. A bola foi divida entre eles e o croata levou a melhor, mandando a bola para dentro do gol. A Croácia ainda teve chances para tirar a diferença, mas faltou energia para uma conclusão eficaz. E o jogo terminou com  vitória da França por 4 a 2.