Escola da Capital é a primeira autossustentável em energia no Estado
Por André Farinha Publicado 26 de abril de 2018 às 09:52hs
Na cobertura da quadra, foram instalados 96 painéis. Foto: Edemir Rodrigues

Foi entregue na quarta-feira (26), em Campo Grande, a primeira escola pública de Mato Grosso do Sul 100% autossuficiente em energia. A Escola Estadual Professora Brasilina Ferraz Mantero, localizada no bairro Jardim Leblon, ganhou um conjunto com 96 painéis de captação de energia solar, cuja capacidade de produzir até 31 kwh-P de energia, o suficiente para abastecer 28 casas populares. A inauguração contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

A unidade educacional tem 11 salas e 630 alunos e foi escolhida para receber o sistema piloto de energia solar por conta do seu tamanho e também da possibilidade de receber os painéis solares. Além de ser 100% autossuficiente, a previsão é de que o sistema produza energia além do necessário, que será usada como crédito para custear o consumo de outras escolas.

Também foram realizados investimentos em pintura, parte elétrica, calha e reforma da quadra coberta. O investimento total foi de R$ 294.953,67 de recursos próprios do Governo do Estado. “Os alunos agora contam com um ambiente melhor para estudar e praticar esportes. Por isso, gostaria de parabenizar o nosso governo por esse lindo projeto.”, afirmou o diretor da escola, Lawrence Sevilha.

Segundo o governador Reinaldo Azambuja, essa iniciativa não visa somente a economia com a conta de energia, mas também tem o foco no meio ambiente. “Energia solar é um dos grandes passos para termos sustentabilidade, além de econômica produz energia sem poluição. Aqui teremos uma durabilidade de 25 a 30 anos, vai dar para pagar toda a conta de energia desta escola e tem um excedente que será absorvido por outras escolas”, pontuou.