Em operação na madrugada, PRF prende seis acusados de tráfico repousando em Água Clara
Por Avelino Neto Publicado 21 de junho de 2017 às 15:16hs

Em operação realizada na madrugada desta quarta-feira (21) na área urbana da BR-262, em Água Clara, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu 800 quilos de maconha, rádios transceptores ilegais, três veículos e prendeu seis pessoas envolvidas em crimes de tráfico, receptação, adulteração de veículo e associação criminosa. Estão presos Andres Ovelar Villagra (43), Wesley Renan Mattoso Mendonça (24), Rosane Caroline Ovelar Villagra (40) e Clorkson Alexandre Matoso Veron, de 40 anos. A ação da PRF teve início por volta de 2h quando policiais no km 143 realizaram verificação de veículos que estavam estacionados no Hotel São Paulo e localizaram uma Hyundai Tucson GLS 20L, placas frias de Goiânia, Goiás, carregada com maconha.

Após conversa com funcionários, foi identificado o responsável pelo veículo, Wesley, preso em um dos quartos. O homem confessou ser o responsável pela droga que recebeu em Ponta Porã para entregar em Inocência, onde receberia R$ 7 mil pelo transporte. Em seguida a equipe iniciou buscas em outros hotéis para localizar os batedores da droga. No Hotel Bonanza, os PRFs encontraram o veículo Montana LS, placas AYZ-9737, Laranjal/PR, com suspeita de ser batedor.

Em seguida foram apanhados Andres e Clorkson, juntamente com Rosane. Durante entrevista, Andres e Rosane informaram que estavam viajando juntos na Montana. Contudo, Andres afirmou que estava vindo de Ponta Porã e indo para Três Lagoas visitar a ex-namorada e Rosane afirmou estar vindo de Dourados rumo a Campo Grande. Clorkson alegou que vinha de Ponta Porã indo para São Paulo levar os amigos Victor Hugo Garcia Medina (25) e Araceli Camila Ferreira (21), para compras no Braz. Clorkson informou ainda que seu veículo era o Ford Fusion placas HGG-1354, Juiz de Fora/MG, que estava estacionado próximo ao Hotel Correia. Contou ainda, que se encontrou por acaso com Rosane Caroline Ovelar Villagra na rua em Água Clara e resolveu ir com ela ao Hotel Bonanza para um relacionamento amoroso.

A equipe deslocou até o Hotel Correia onde localizou Victor Hugo Garcia Medina e Araceli Camila Ferreira. No celular de Wesley foi encontrado o número do telefone de Andres e na Montana foi localizado um rádio comunicador oculto no painel assim como na Tucson, veículo em que o rádio comunicador estava dentro do porta-luvas. As seis pessoas envolvidas foram encaminhadas ilesas para a Polícia Civil de Água Clara juntamente com os três veículos, a droga, equipamentos de rádios e sete celulares.