Detran intensifica Operação Lei Seca durante o Carnaval
Por Redação Publicado 12 de fevereiro de 2018 às 09:04hs

Agentes de fiscalização do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), juntamente com o efetivo do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito (Bptran), dão início nesta sexta-feira (09) a operação Lei Seca nos municípios de Bonito, Bodoquena, Corumbá, Ladário e Campo Grande.

Ao todo 33 agentes do Detran-MS e 236 policiais militares realizarão ações educativas e de fiscalização até a quarta-feira de cinzas (14).

O responsável pela assessoria militar do Detran-MS, coronel José Amorim Longatto, ressalta que as equipes atuarão para reduzir o número de pessoas que ingerem bebidas alcoólicas e dirigem. “As ações têm como foco o combate à embriaguez no trânsito, que tende a aumentar em decorrência do carnaval. Assim como as demais infrações como por exemplo, a falta do uso do cinto de segurança”, conclui.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o motorista flagrado conduzindo sob efeito de álcool ou que se recusar a fazer o teste do bafômetro será multado em R$ 2.934,70. No caso de reincidência no período de 12 meses, a pena será aplicada em dobro, ou seja, R$ 5.869,40, além da cassação da CNH por dois anos.

Nos testes com resultado superior a 0,34mg/l, a situação vira crime de trânsito. A punição nesses casos é detenção de seis meses a três anos, pagamento de multa, recolhimento da habilitação e suspensão do direito de dirigir por até um ano.

“A orientação aos motoristas que vão participar da folia é prudência e responsabilidade, essas são as palavras-chave para o período de carnavalesco. A segurança é fundamental para que o condutor evite acidentes e venha colocar em risco a própria vida e a vida de outras pessoas. O intuito da Operação Lei Seca é preservar vidas com medidas preventivas”, afirma Roberto Hashioka, diretor-presidente do Detran-MS.

Trânsito Seguro

O Detran-MS alerta, ainda, para a importância do uso do cinto de segurança, do capacete com abotoadura completa e viseira, controle de velocidade conforme sinalização para os percursos sinalizados e, principalmente, a adoção do chamado “motorista da rodada”, método que possibilita ao proprietário se divertir nas festas, mas tendo outra pessoa responsável pela condução do carro