Deputado Carlos Marun será o relator da CPMI da J&F
Por André Farinha Publicado 12 de setembro de 2017 às 16:00hs
Deputado Carlos Marun (PMDB-MS) será relator da CPI da JBS (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O deputado federal por Mato Grosso do Sul, Carlos Marun (PMDB), será o relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que irá investigar irregularidades em empréstimos do Grupo J&F junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A Comissão foi instaurada pela Câmara dos Deputados na semana passada e tem como presidente o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO).

Segundo as informações, houve pressão do PMDB e do Governo Federal para que o deputado Marun fosse escolhido o relator da Comissão. A nomeação do político sul-mato-grossense, que faz parte da chamada ‘tropa de choque’ do presidente Michel Temer, é parte da estratégia defensiva do Governo, uma vez que os irmãos Batistas, donos da JBS, teriam provas contra o próprio Temer. 

“Eu não estou pleiteando [a relatoria]. Todavia, se for convidado, aceitarei. Até porque não é do meu feitio fugir dos desafios. Se ele [Ataídes] me indicar, aceitarei. Se entender que outro nome é mais adequado, sem problema nenhum Participarei da CPI na condição de membro”, disse na semana passada o deputado Carlos Marun, em entrevista ao site Uol. 

Além dele, foram nomeados também o deputado delegado Francischini (SD-PR), que assumirá a sub-relatoria de contratos da JBS e que também tratará da delação do grupo, e o deputado Hugo Leal (PSB-RJ), que ficará com a sub-relatoria de assuntos fiscais, previdenciários e agropecuários.