DENAR prende trio com carga de maconha que seguiria para Goiás
Por Redação Publicado 13 de outubro de 2017 às 07:22hs

Uma operação realizada por policiais da Denar na noite desta quinta-feira (12), resultou na apreensão de quase uma tonelada de maconha que passaria por Campo Grande supostamente com destino ao estado de Goiás. Além da droga foram apreendidos dois veículos e presos três homens autuados em flagrante de tráfico e associação criminosa. Foram presos Luiz Paulo Arantes Martins (19), Diego Borges da Silva (18) e Eduardo Arevalo Alvarez, de 18 anos. Policiais do setor de Inteligência da Denar levantaram informação indicando que na quinta-feira chegaria a Campo Grande vindo de Coronel Sapucaia ou Amambai um veículo abarrotado de maconha acobertado por uma Saveiro prata atuando como batedor.

Diante da situação, equipes da Denar chefiados pelo delegado João Paulo Sartori se deslocaram para as rodovias de acesso a Campo Grande, inclusive junto ao Posto da PRF na BR-163. Pouco antes de 20h foi abordada uma Saveiro conduzida por Luís Paulo, que trêmulo não sabia definir o que fazia na região. Enquanto os policiais entrevistava Luís Paulo, o celular dele tocava insistentemente, tendo os policiais suspeitado da situação e outra equipe iniciou buscas ao longo da rodovia, mas não precisou ir muito longe. Cerca de um quilômetros depois avistaram uma Fiat Strada parada na entrada de uma fazenda e nele Diego e Eduardo.

Sem saída, a dupla confessou o transporte do carregamento da droga na picape e que Luís Paulo da Saveiro, era o batedor da carga de 1.134 tabletes que pesaram 947,8 quilos de maconha. Luiz Paulo trabalhava em um posto de combustíveis em Amambai e diz que receberia R$ 5 mil para ser batedor até Campo Grande. Já Diego afirma que saiu de Coronel Sapucaia e ganharia R$ 18 mil para levar a droga até a cidade de Rio Verde em Goiás e repassaria R$ 2 mil para Eduardo pela companhia na viagem.

Imagem ilustrativa