Creche para idosos da Capital inaugura novo bloco com 10 apartamentos
Por André Farinha Publicado 19 de maio de 2018 às 11:03hs

O Sirpha – Lar do Idoso, entidade sem fins lucrativos que presta auxilio para idosos, inaugurou na sexta-feira (18) o seu mais novo Espaço Multiuso e um bloco novo com 10 apartamentos para alojar pessoas da terceira idade. O local, situado na Rua Luxo, 125, no bairro Nova Lima, tem capacidade para atender até 80 idosos e funciona como uma creche para adultos. As famílias deixam seus idosos na parte da manhã e buscam-nos ao final da tarde. Durante o dia, os idosos participam de diversas atividades educativas e recreativas e, principalmente, nunca ficam sozinhos.

Ao todo, foram aplicados R$ 89 mil na instalação de forro, janela blindex, piso, datashow, entre outros benefícios para o espaço multiuso. Também foram investidos R$ 270 mil para a construção de 10 apartamentos para idosos moradores, os recursos foram doados pela Central de Execução de Penas Alternativas (CEPA) do Tribunal de Justiça (TJMS). Cada apartamento possui um banheiro privativo, duas camas, guarda-roupas, uma tv de tela de LCD e a porta dá acesso à varanda, que cobre de fora a fora a construção.

O juiz titular da 2ª Vara de Execução Penal de Campo Grande, Albino Coimbra Neto, que atualmente responde como juiz auxiliar da Vice-Presidência do TJMS, explicou que o recurso destinado é proveniente de algo ruim, de quem cometeu os mais variados crimes, e é transformado em algo bom. “Não é dinheiro de imposto, é dinheiro de pena que é utilizado para uma sociedade humana mais justa. Quando testemunhamos a história de vida dessas pessoas percebemos que somos privilegiados e por isso temos a obrigação moral de ajudar vocês, que desenvolvem um trabalho com uma relação tão amorosa e humana por quem está aqui”.

O secretário municipal de Assistência Social, José Mário, argumentou que apesar de a Secretaria ainda não ter uma entidade de acolhimento, ela cofinancia os projetos. “Ainda não temos nossa casa de acolhimento de idosos, mas nós cofinanciamos algumas delas, dentre as quais a Sirpha. Essas pessoas precisam ser bem cuidadas, ter o máximo de cuidado, o máximo de conforto, porque elas deram a sua contribuição para a nossa sociedade”, frisou.

Entretida pintando de lápis de cor uma figura no papel sulfite no recém-inaugurado centro de convivência, Olga de Sá Soares, de 76 anos, conta que ganhou sua desejada autonomia de ir e vir dentro da instituição. Dependente de cadeira de rodas, ela relata que morava num quarto que não possuía acessibilidade e necessitava sempre chamar alguém, tanto para adentrar quanto para sair de seu dormitório por conta de uma rampa que não conseguia vencer sozinha. Transferida para a nova ala de apartamentos, agora tudo mudou: “aqui vou sozinha, porque é ruim você ter que depender das pessoas para tudo, pelo menos nesse ponto eu posso ir e vir quando eu quero agora”.

O presidente da Sirpha – Lar dos Idosos, Mauri da Costa Lima, disse que os investimentos foram fundamentais para melhorar os atendimentos. “Hoje as famílias têm um grande problema, por todos trabalharem, terem muitas atividades e não terem quem cuidar de seus idosos. Então, vamos abrir agora esse espaço para ser uma creche de idosos. Vai ter terapia ocupacional, fisioterapia, psicólogo. Temos a academia que foi construída com emendas parlamentares. Aqui, os idosos tem toda a assistência”, garantiu.

A SIRPHA – Lar do Idoso é uma entidade sem fins lucrativos e não governamental instituída formalmente em 1976. Atualmente, está classificada como ILPI (Instituto de Longa Permanência para idosos), que presta serviços de Alta Complexidade, ou seja, atende idosos com dependência de autocuidados para a vida diária e pessoal. O objetivo principal é promover a qualidade de vida do idoso como um todo, com a proposta de assisti-lo integralmente, 24 horas por dia.

A Sirpha tem convênio com a Secretaria Municipal de Assistência Social. No local, são ofertadas 65 vagas através da SAS e o restante é destinado às pessoas que a própria família custeará. Para mais informações ou doações, ligue no (67) 3354-1878, setor de assistência social da entidade.