Como era previsto desde os treinos, Vettel vence GP da Hungria e se distancia de Lewis Hamilton
Por André Farinha Publicado 30 de julho de 2017 às 09:59hs

Como já esta no “script“Sebastian Vettel foi o vencedor do Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1 neste domingo. Após garantir a pole position no treino classificatório, o piloto alemão fez uma corrida bastante sólida em Hungaroring para subir no lugar mais alto do pódio e voltar a ampliar a distância para o vice-líder Lewis Hamilton no Campeonato Mundial, que antes deste fim de semana era de apenas um ponto e agora passou para oito pontos (199 contra 188).

Tida como a equipe que mais se beneficiaria com o traçado deste domingo, a Ferrari confirmou as expectativas e não só garantiu o primeiro lugar, mas também o segundo. O finlandês Kimi Raikkonen, que largou na primeira fila, atrás de Vettel, não teve muitos problemas para perseguir o alemão e ajudar a escuderia italiana a fazer a dobradinha na Hungria.

Já Lewis Hamilton, principal concorrente de Vettel pelo título, mostrou que a Mercedes será a grande pedra no caminho da Ferrari até o fim da temporada. Largando em quarto lugar, o tricampeão mundial aproveitou o grande carro que tem em mãos para ultrapassar seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, e se aproximar de Kimi Raikkonen, segundo colocado, na parte final da corrida. Mesmo exercendo grande pressão sobre o finlandês para assumir a vice-liderança na prova, no fim ele acabou cruzando a linha de chegada em quarto, permitindo que Bottas retornasse à sua posição de origem após obedecer orientação da equipe alemã.

Daniel Ricciardo, que havia brilhado nos treinos livres de sexta-feira, abandonou a prova logo na primeira volta. Após receber um toque de seu companheiro de equipe, Max Verstappen, o piloto da Red Bull não teve condições de seguir na disputa e ficou furioso com o piloto holandês, desafeto de alguns nomes na Fórmula 1 que encerrou a prova em quinto lugar.

Quem aproveitou a tumultuada corrida na Hungria foi Fernando Alonso. Após se classificar para o Q3 do treino classificatório, o piloto espanhol encerrou o bom fim de semana da McLaren com chave de ouro, terminando na sexta colocação e somando importantes pontos para a sua equipe, que ainda viu Stoffel Vandoorne garantir o décimo lugar.