Comercial derrota o Sinop e conquista dentro de campo a vaga para a segunda fase do Brasileiro da Série D
Por André Farinha Publicado 25 de junho de 2017 às 19:19hs

Em jogo emocionante com cinco gols, três expulsões e dois pênaltis, finalmente o Comercial venceu o Sinop, na cidade do mesmo nome e chegou aos dez pontos garantindo uma das vagas no grupo A10, para a próxima fase do campeonato brasileiro.

O jogo aconteceu tal como todos no Comercial aguardavam. O fato de o Sinop jogar em casa e diante dos seus 309 torcedores, dos quais 259 pagaram ingressos que rendeu a importância de R$ 2.610, o time desde o primeiro minuto tomou a inciativa da partida e foi pra cima do Comercial que sentiu o impacto e com isso sofreu o primeiro gol, logo aos cinco minutos de jogo.

Em campo três jogadores chamaram a atenção, no primeiro tempo. Pelo lado do Comercial, o goleiro Guilherme, que evitou a derrota do time e apareceu muito bem nos momentos cruciais do jogo. Do outro lado, o entrosamento entre os jogadores Vinícius e Cabralzinho,  sendo que o primeiro marcou os dois gols do time da casa, com a assistência do segundo.

O primeiro gol, surgiu aos cinco minutos da etapa inicia e dava a impressão que o Sinop poderia complicar os sonhos do Comercial em passar para a próxima fase. No entanto, aos 15 Bruno empatou e aos 17  Adriano desempatou,  devolvendo os sonhos ao time colorado.

O jogo era tenso e muito disputado e a todo o momento, o banco do Comercial  se informava do jogo entre o Anápolis e Ceilândia, vencido pelo primeiro, vitoria essa que não resultou em nada.

Aos 20 minutos, o Sinop voltou a empatar e mais uma vez em jogada com Vinicius e Cabralzinho e com o resultado em dois gols, o jogo foi se arrastando até que aos 31 do primeiro tempo, Mutuca recebeu o cartão amarelo e em seguida, aos 39, Marinho,  do Sinop, recebeu vermelho direto por agressão.

No segundo tempo, o técnico Válter Ferreira voltou com Luiz Ricardo e Leandro, no ataque  do time comercialino, pois a intenção dele era a de forçar as jogadas, pois o adversa´rio tinha um jogador a menos e dentro dessa toada, a partida ia se transcorrendo e o tempo passado e a vitória do Anápolis dava a classificação aquele time.

Logo aos 12 minutos da etapa final, o técnico Valter Ferreira também acabou sendo expulso pelo árbitro Flávio Coutinho, que flagrou o pênalti cometido pelo goleiro Naldo, do Sinop, sobre o centroavante Luiz Ricardo. O goleiro foi expulso e o pênalti convertido por Leandro.

no lance anterior, com a expulsão do goleiro Naldo,  o técnico Márcio Birigui teve que “sacrificar” o bom atacante Vinícius para a entrada do goleiro reserva Gledson que acabou defendendo o segundo pênalti, desta feita sofrido por Felipe Pará e desperdiçado por Bruno Nunes.

Devido às expulsões, os cinco gols,  os pênaltis, o árbitro deu de acréscimo mais oito minutos e nesse tempo, o Comercial usou e abusou em errar gols que se convertidos, o placar seria no minimo bem mais elástico que o modesto 3 x 2, que no fim, valeu a classificação do time colorado que agora aguarda a confirmação do departamento da  CBF, para conhecer o seu próximo adversário na segunda fase da competição, conhecido como “mata-mata”.

 

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!