Com apoio do Governo do Estado, Feapan abre dia 20 e reúne a força da pecuária pantaneira
Por Redação Publicado 9 de setembro de 2017 às 11:28hs

Com uma das maiores estruturas para shows e negócios de todas suas edições, a tradicional Feira Agropecuária do Pantanal (Feapan) será realizada de 20 a 24 de setembro, em Corumbá, com previsão de R$ 30 milhões em comercialização de animais e maquinários agrícolas. O evento potencializa a pecuária, uma das principais econômicas do município

A feira começa com o show da cantora sertaneja do momento, Marília Mendonça, no dia 20, e conta com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Corumbá. A abertura oficial será no dia 21, às 11h, na sede do Sindicato Rural, com as presenças do ministro Blairo Maggi, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e do governador Reinaldo Azambuja.

Pantanal é celeiro de produção

Nas edições anteriores, somente com os leilões de gado de corte, touros e do cavalo pantaneiro, a Feapan movimentou mais de R$ 20 milhões. O presidente do Sindicato Rural local, Luciano Leite, estima que haverá um incremento muito forte nos negócios este ano, com o Banco do Brasil e o Sicredi disponibilizando linhas de crédito para custeio e investimentos.

“A Feapan reflete hoje a força da nossa pecuária, transformando Corumbá em um celeiro de produção com responsabilidade preservacionista, que sempre norteou a atuação do homem pantaneiro em mais de 200 anos no Pantanal”, disse Luciano Leite. “Além de produzir a melhor carne, o pantaneiro também contribui para os 84% do Pantanal preservados”, acrescentou.

Este ano, a feira conta com a participação do Circuito do Laço Comprido, que reunirá provas, nos dias 23 e 24, com a participação de 350 cavalos de várias regiões do Estado. O Parque de Exposição Belmiro Maciel de Barros terá estandes de empresas de implementos agrícolas e da agricultura familiar, palco para shows e praça de alimentação, com portões abertos de 21 a 24.

Leilões com transmissão vivo

No dia 21, haverá provas de julgamento do cavalo pantaneiro, com participação de animais de Campo Grande e Corumbá e das cidades mato-grossenses de Cuiabá, Poconé e Cáceres. No mesmo dia, haverá concurso para escolha da rainha e princesa da Feapan e leilão de gado de corte com 1.000 reses. O leilão de elite do cavalo pantaneiro, no dia 23, reunirá 40 animais.

A programação inclui, ainda, palestras, cursos, prova de pista de laço, leilão (no dia 22) de 200 touros, bailes e confraternização dos produtores e convidados, no dia 24. Os leilões, com a coordenação da Leiloboi, serão transmitidos ao vivo pelo canal Agro Brasil TV. Uma das palestras abordará os projetos Felinos Pantaneiros e as Estratégias Antipredação de Rebanho.