Adolescente de 16 anos suspeito de estuprar criança é queimado vivo
Por Redação Publicado 3 de março de 2017 às 13:54hs

Um adolescente de 16 anos acusado de estuprar uma menina de 7 anos foi queimado vivo pelos moradores de um povoado na Bolívia,  distante 500 quilômetros da Capital, La Paz. O caso aconteceu no último domingo, durante as festividades de carnaval em Toro Toro, na região boliviana de Potosí.

Segundo a Agência EFE, o rapaz foi visto com a menina em uma festa popular do povoado e no dia seguinte o corpo da criança foi encontrado as margens de um rio próximo a Toro Toro, com sinais de violência.

De acordo com as investigações preliminares, a população descobriu a identidade do  suposto autor, invadiu a delegacia, retirou o adolescente de lá, agrediram e atearam fogo em seu corpo. Os policiais alegaram que não puderam fazer nada diante da quantidade de pessoas que invadiram o local.