Açúcar encerra semana com quatro altas consecutivas em NY
Por Redação Publicado 5 de outubro de 2015 às 11:23hs

O açúcar teve uma expressiva valorização na semana passada na bolsa de Nova York

Na sexta-feira (2), no vencimento março/16, a commodity foi negociada a 13,53 centavos de dólar por libra-peso, uma alta de 27 pontos no comparativo com a véspera. Nas telas maio/16 e julho/16, o aumento foi o mesmo: 27 pontos. No lote outubro/16, o açúcar subiu 25 pontos.

O Diretor da Archer Consulting, Arnaldo Luiz Corrêa disse em seu artigo “O Nome do Jogo”, em 4/7/2015, que: “acredito que já vimos o preço mais baixo do ano. O estudo da Archer mencionado aqui na semana passada aponta que nos últimos quinze anos o segundo semestre apresentou uma recuperação dos preços médios praticados – principalmente – no segundo trimestre do ano. Dessa feita, nossa estimativa é que os preços alcancem seu pico no ano por volta de outubro (quando março será o primeiro mês de negociação) e os preços podem alcançar 14.20-14.50 centavos de dólar por libra-peso”.

“Depois corrigimos esse valor, ainda recentemente (em função da desvalorização do real) e colocamos como meta 13,26 centavos de dólar por libra-peso em dezembro. O mercado (março/2016) alcançou esse valor muito antes do que esperávamos”, disse Corrêa em seu artigo publicado no último sábado (2).

Em Londres, os preços tiveram um aumento de 5,60 dólares no vencimento dezembro/15, com negócios firmados em US$ 384,00 a tonelada. Valorização também nos outros vencimentos. De março/16 a agosto/16, o preço oscilou positivamente de 5,80 a 6,10 dólares.

De acordo com o boletim da H. Commcor, o efeito El Ninõ na China somado a significativa redução da área de plantio de cana na principal região do país, Guangxi, aponta para uma queda na produção e estimativa de maior importação para preencher o déficit (maior). Entretanto, vale lembrar que o país acumula altos volumes de estoque que podem suprir este déficit estimado.

Mercado doméstico

Os preços do açúcar seguiram valorizados na sexta-feira, o quinto dia de alta seguida na semana. Segundo índices do Cepea/Esalq, da USP, os negócios foram firmados em R$ 56,21 a saca de 50 quilos do tipo cristal, aumento de 0,70%.

Fonte: Portal do Agronegócio